Comece a criar conteúdo sem autossabotagem

-

Você tem uma ideia, mas não investe tempo nisso e poe muitas desculpas para não começar ou não dar continuidade? Então precisamos conversar, pois esse texto é para você! (Não é bronca, é bate papo)

Recentemente fiz o curso maravilhoso “Vambora? Comece a criar conteúdo sem autossabotagem” do Tiago do Tira do Papel que trouxe em um novo formato: em podcurso, sim, em áudio!

O curso me prendeu pois ele trás exemplos que ele viveu, analogias que você consegue imaginar facilmente e passos que te dão autonomia para fazer testes, acertar ou não.

É o tipo de conteúdo que todo mundo deveria escutar, caso esteja começando um projeto de vida, de faculdade, de trabalho ou até mesmo ingressando em uma sociedade. Acho que ele se encaixa muito bem simplesmente para quem está começando e recomeçando algo, só que agora:


SEM DESCULPAS, VAMBORA!

Vou trazer alguns ensinamentos que tirei do curso do Tiago, e espero que vocês curtam! O curso está disponível, e se eu fosse você aproveitava, deixava a procrastinação de lado e a autossabotagem e embarcava nessa comigo!

Por que é importante ter seu espaço de criação?

Para começar um projeto é muito importante você começar a descarregar sua ideia da sua cabeça, e se você ainda não quer expor ela ao mundo, você pode ter um local seguro para isso, e o Tiago cita que existem várias possibilidades como um caderno, um instagram fechado, um blog, e ali mesmo você já pode começar a validar sua ideia.

Mas não demore muito para lançar, aproveite para ir já validando e testanto, assim você pode errar e acertar logo =)

No começo do Tattoo2me nós criamos docs no google drive de ideias, era um local seguro para colocar todas nossas as nossas ideias, e lá listamos tudo que gostáriamos de fazer, a gente se dedicava todos os finais de semana para colocar mais ideias ali ( ainda não podiamos empreender, eram meados de 2014, então o que nos restava era descarregar as ideias!).

O que você precisa fazer é começar já a descarregar suas ideias e começar a validar em um local, nós começamos a validar no facebook e depois no instagram, vimos que estava dando certo e fomos testando em mais locais.

O que você precisa agora é dar o primeiro passo, tirar sua ideia da sua cabeça, seja ela qual for e trabalhar ela. Se você guarda, não compartilha, é um sinal que está se sabotando, e você pode se frustar no futuro.

O curso chegou em uma hora incrível, pois estava iniciando meu projeto pessoal, e por mais que eu tenha passsado por diversos desafios com o Tattoo2me, escutar o Tiago, me fez que eu precisa colocar meu projeto tão sonhado no ar, testar e validar as ideias.

Então tem pelo menos 2 meses que estou testando coisas novas no meu perfil novo, e depois do curso, eu tive mais coragem de usar “minha oficina”.

Estou me sentindo muito realizada no momento com tudo que tenho feito no meu novo perfil e como estou lidando com esse conhecimento: “Valeu Tiago!”

Ah, esse é o Tiago: Criador do Tira do Papel e autor do curso que estou contando para vocês:

Será que eu já posso começar?

Hoje o que mais me deparo são com pessoas que não sabem do seu real valor, e o Tiago também trás esse assunto citando a síndrome do impostor. Quando que na realidade se você você chegou até aqui, nesse texto, ou até mesmo no curso do Tiago, você já está na frente de muitas pessoas, e mesmo assim se sente atrasado ou não se sente merecedor.

Você é capaz de tirar sua ideia do papel, colocar seu projeto no mundo e ainda ajudar pessoas, e por que? Por que no mínimo você estudou 1 semana sobre isso? 1 mês? 1 ano? Então você sabe muito mais que seus seguidores e as pessoas que o acompanham. O medo de não ter o suficiente para começar adia o processo, faz com que você faça mais um curso, não compartilhe o que você sabe e fica aguardando a hora certa.

Eu demorei muito tempo para criar meu perfil que dava dica para outros empreendedores, justamente por conta da síndrome do impostor, eu achava que não tinha o suficiente para ensinar outras pessoas! Mas veja só, se eu já tinha errado, e tinha tido resultados, eu tinha o que contar! Depois do curso “Vambora? Comece a criar conteúdo sem autossabotagem” eu fiquei mais confiante, e até comecei a fazer mais lives com frequência, que era algo que me limitava por medo de falar besteira ou alguém perguntar algo que eu não sabia. ( Ficava só no stories pois achava mais seguro).

Você tem o suficiente para começar!

Como faço para ter um conteúdo autêntico e inédito?

O Tiago dá a dica de começar a produzir muito e testar, dessa forma você vai começar a sentir o que as pessoas gostam e o que você também gosta de fazer. Mas, onde me inspirar?

Importante quando você você buscar por referencias é ir montando seu banco de inspirações, juntando tudo que gosta de quem você admira, mas não necessariamente tudo, exemplo:”Ah, eu gosto como ele escreve”, “Ah, já dele, gosto como ele coloca os ícones nas imagens”, “No perfil dela o que mais gosto são as cores”, e assim vai, com isso você vai juntando e se descobrindo!

Ele usa como referência um dos livros que mais indico aqui: “Roube como um artista: 10 dicas sobre criatividade” do Austin Klean, onde ele fala sobre escrever e criar o que você gostaria de ler, construa o que gostaria que existisse! Não tem nada mais autêntico que isso!

Eu ainda estou me descobrindo, e o que eu busco levar no meu perfil é o que eu tenho habilidades e o que as pessoas mais se interessam sobre mim: Planejamento, produtividade e instagram. Dessa forma tento balancear o conteúdo! Como falei, ainda estou na parte de descoberta, e estou no caminho para ter um conteúdo mais definido!

( Santo de casa não faz milagre, não é por que tenho um projeto já pronto em outro nicho bem definido, que é simples começar algo novo, estamos sempre aprendendo e nos reiventando, e isso é maravilhoso!).

Como perder o medo do novo e do julgamento?

Fomos acostumados que erros são ruins e que devemos evitar ao máximo, mas se pararmos para pensar em tudo que aconteceu depois dos nossos erros foram acertos em nossas vidas, podemos ter uma outra visão não é mesmo?

Vamos lá: Quando você está aprendendo algo e erra, você quando vai fazer pela segunda vez não erra mais, e depois é só acerto, então o erro faz parte do processo.

Então errar é só o primeiro passo para o sucesso, e parece até clichê!

Quando você começou a andar de bicicleta, você precisou cair pela primeira vez para aprender a fazer curva (o Tiago usa esse exemplo e aconteceu comigo), e depois que aprendeu dificilmente você caiu de novo. (eu cai 20 anos depois só rs).

Os erros são importantes, e sem eles não íamos estar aqui, erre, erre logo.

Nos meus empreendimentos não foram só sucessos, já criamos uma empresa que não deu certo, e na segunda vez eu já sabia onde não errar, já o Tattoo2me, acertamos naquilo que erramos da primeira vez.

Com vocês um post ilustrado do Tiago:

“Sua nota te perseguia o ano todo. Influenciava sua avaliação final.

Não existe mais boletim 🙂 mas, agora, temos que reeducar nosso cérebro, que ainda nos paralisa tentando achar a forma ‘perfeita’ de fazer tudo.

Aceitar que erros fazem parte de QUALQUER processo nos permite “falhar melhor” e mais rápido. O que nos permite aprender e nos recuperar mais rápido 🙂

Isso reconstrói o que nosso cérebro cresceu acreditando. Aos poucos 🙂

Se você se sente paralisada(o) hoje… qual erro você tem evitado?” – Tiago @Tira.do.papel

Curtiu?

Se inscreva agora no curso “Vambora? Comece a criar conteúdo sem autossabotagem” e depois me conta o que achou!

Foto em destaque: Jon Tyson 

Para inspirar @tira.do.papel:

Avatar
Nicole Ognibenihttps://tattoo2me.com
Jornalista apaixonada por novos sabores, tatuagens, viagens e animais. Vem pro meu mundo: @clubedanic / www.tattoo2me.com

Mais desse autor

Mais Recentes

Padre Fábio de Melo faz tatuagem e é a primeira vez que temos notícia de um padre tatuado!

Será que chegou realmente o dia que a tatuagem não será mais banalizada e será vista como obra de arte e uma...

Dermógrafo Cheyenne

A verdade sobre os dermógrafos vendidos no Brasil com a marca da Cheyenne.

Cobertura de tattoo: me arrependi e agora?

Se arrependeu daquela tatuagem? O artista Daniel Menossi tem soluções fantásticas para a cobertura de sua tattoo!

Publicidade

Mais Populares

Tatuagem e doação de sangue, tudo que você precisa saber.

Quem tem tatuagem pode doar sangue? Saiba tudo sobre a doação de sangue.

Como cuidar da cicatrização da tatuagem

Confira nossas dicas para garantir sua tatuagem perfeita.

30 tatuagens em homenagem as mães e filhos.

Aquela lista que você não pediu, mas fizemos para falar de amor incondicional: tatuagens em homenagem as mães e filhos!