Como ser curioso e determinado: Ramon ensina seu método!

Curioso e determinado, nosso entrevistado nos deu um guia de perseverança para alcançar nossos sonhos, o segredo, eu conto logo agora: Não desistir e mirar alto!

-

Curioso e determinado, nosso entrevistado nos deu um guia de perseverança para alcançar nossos sonhos, o segredo, eu conto logo agora: Não desistir e mirar alto!

A entrevista de hoje é muito especial, amamos conversar com artistas que mudaram suas carreiras tradicionais para a arte, e como a vida foi conduzindo para isso. Nessa matéria conversamos com o Ramon e ele nos contou sobre sua trajetória de vida, na tatuagem e seus planos futuros.

Ramon Rodrigo

Ramon era militar, e mesmo sendo muito feliz nessa carreira a arte apareceu como um chamado. Um chamado de muitos amigos e instrutores! Você vai entender ao longo do texto!

Ramon, nos conte como começou sua carreira de tatuador e como sentiu que não ia escapar da arte?

Ramon: Estudei por dois anos para ser aprovado em um concurso bem concorrido, o de sargento do exército, onde passei e fui muito feliz seguindo a carreira por 6 anos.

Entrei na escola de formação em 2013 e me formei em 2014.

Nesses dois anos de formação, não consegui esconder a minha paixão pela arte, segui minha formação desenhando e pintando nos tempos livres, isso chamou atenção dos meus instrutores que indagavam “aluno Pomponet, você tem que explorar esse dom, você não vai ficar rico aqui no exército, você é muito bom”, segui firme minha formação, nunca tive a intenção de ficar rico.

Ramon quando era militar

E como foi conciliar tantos pedidos e não se render? Como foi essa transição?

Ramon: Segui minha jornada, me formei final de 2014, cheguei na tropa em 2015 (que é chegar no quartel onde vai servir e seguir a função como sargento formado), foi aí que em abril executei minha primeira tattoo em um soldado:

Ele chegou em mim e disse “sargento, porque o senhor não faz uma tatuagem em mim? O senhor pode fazer o que quiser”

Eu como sou bem curioso a querer aprender tudo, decidi comprar um kit de tatuagem, o mais barato, para fazer na na curiosidade mesmo. No dia seguinte veio outro soldado: “sargento, estou sabendo que o senhor está tatuando, quanto o senhor cobra para fazer isso?” Dizia eu: – Cara! Manda 100 reais aí. No dia seguinte outro, no outro, no outro e no outro.

Mas eles confiaram em você pois você já estudava, né?

Ramon: Desenhava desde os 3 anos de idade, sempre sonhei em trabalhar com alguma coisas relacionado a desenho, e hoje vivo um sonho, já não me vejo mais fazendo nada que não seja tatuagem.

Sua história nos motiva a seguir nossos sonhos, seja qual for, que esse texto chegue a mais pessoas e também inspirem elas! Agora, Ramon, nos conte quem mais te apoiou nessa trajetória:

Ramon: Minha esposa, e meus mestres…Sou o que sou hoje com grande parcela da minha esposa, ela que sempre foi atrás dos meus clientes, que estudou marketing, que faz meus orçamentos, sempre fez toda decoração do meu studio, foi atrás dos meus cursos, ou seja… resolve tudo, eu somente tatuo. E aos meus mestres de desenho e pintura, que sempre apostaram em mim.

Família <3

Que lindo saber isso, nós sempre construimos uma história com várias pessoas nos ajudando, é muito bonito ver seu reconhecimento! Agora nos conte, qual foi o momento mais marcante na história da sua carreira até hoje?

Ramon: Com certeza nos eventos de tatuagem, quando subo ao palco para receber algum prêmio eu SEMPRE subo com a minha filha no colo, SEMPRE, SEMPRE. Então sempre é marcante, pois ela sempre sentiu quando eu iria ganhar. Pode ser algo supérfluo ou fútil, mas ela é minha força. (Minha filha)

Tem alguma curiosidade em sua vida que quando você conta as pessoas se surpreendem?

Ramon: Sim, minha trajetória pra chegar até aqui, ralei MUITO pra passar no concurso que passei que era militar, regime bem rigoroso e sair para fazer tatuagem, algo TOTALMENTE ao contrário dos costumes, quando falo o pessoal fala
“Nossa, mudou da água pro vinho”.

Como você descreve seu processo criativo?

Ramon: Acredito que por eu ser canhoto, dizem que moramos no mundo da lua, que viajamos legal nas ideias, pois concordo! Quando quero criar alguma coisa, tem que ser espontâneo, do nada, se eu parar pra procurar, não sai nada, simplesmente vem a ideia, a partir daí, eu reproduzo.

Ramon em Ação!

Uau, o que vocês estão achando? Eu tô tipo: Onde marco pra fazer uma tatuagem com o Ramon?

Continuando…

Vimos que além de tatuar, você pinta! Fantásticas as últimas artes que vimos! Quando o amor pela pintura surgiu?

Ramon: Então, por eu ser uma pessoa MUITO curiosa, eu tenho a mania de querer aprender tudo que me chama atenção, assim como Piano, um certo dia eu disse, “cara, preciso aprender isso”, dias depois comprei, aprendi e hoje eu toco, tenho facilidades em aprender coisas manuais. Por eu ter esse lado curioso, tudo que eu pego para aprender, eu vou atrás do melhor material, do melhor professor, para ser o melhor naquilo que estou aprendendo, logicamente, fui atrás dos melhores tatuadores do mundo, e o melhor na minha opinião, disse: “Um bom tatuador é um bom pintor” por ele, fui atrás do melhor pintor do Brasil, o meu mestre Paulo Frade, onde estudei com o mesmo por quase 5 anos, desde o meu início da tattoo.

“Um bom tatuador é um bom pintor”

Quem inspira você na tatuagem e na pintura?

Ramon: Na Tatuagem o Dmitriy Samohin, David Vegas e pintor Paulo frade.

Como são seus clientes, quem são as pessoas que atende?

Ramon: Por atender clientes de diversas profissões, como cozinheiro, militar, tatuador, empresário, médico, atleta e por aí vai, então, tenho muito papo todos os dias de trabalho, pois cada cliente passa entre 5 a 10 horas comigo, então, muito papo bom!

Gosto de conversar muito sobre mercado financeiro, projetos de morar fora do País, e quando vem um militar, nossa! Muito papo legal, conto momentos nostálgicos dos 6 anos que passei pelo exército.

O processo da tatuagem é de confiança entre o artista e o cliente, é sobre ouvir também, e é lindo saber o quanto você se dedica para esse bate papo, parabéns! Ramon, estamos curiosos, qual a história mais bonita que tatuou?

Ramon: Sempre quando è uma homenagem a alguém, fico muito feliz quando um cliente tatua um ente querido ou um filho por exemplo, e faz um vídeo da reação, adoro ver a reação dos clientes quando veem meu trabalho. Recentemente tatuei rosto do avô e avó do meu cliente, que veio de outro Estado, aí senti tanto amor naquela homenagem, como se eu tivesse tatuado meus avós. Sensação inexplicável, eu vendi um sonho e isso é ANIMAL.

Já disse quantas vezes que amo o que faço?

Qual foi a tattoo mais inusitada que você produziu?

Ramon: Inusitada de estranha fiz uma vez um Mikey, metade Mikey metade zumbi, NAAADA a ver. Inusitada no sentido de satisfação TOTAL foi um Ayrton Senna, um dos trabalhos que mais gosto.

Tenho muitos clientes que vem de bem longe para ter minha arte na pele, isso faz eu me sentir muito valorizado, me impulsiona a ser cada vez melhor no meu trabalho.

Quais são as tatuagens que mais procuram você para fazer?

Ramon: Me procuram muito para fazer realismo em preto e cinza. Portrait (fotografia, rosto), micro realismo, que são tatuagens realistas bem pequena, e fotografia de animais.

Você inspira muitos outros artistas, como surgiu a ideia de ensinar a tatuar? Qual o formato do seu curso e para quem é?

Ramon: Acredito que inspiro outros, por fazer o que amo e de coração, isso é contagiante a quem vê, pois não sou movido a grana, foi consequência. Por eu adorar estudar, gosto de ensinar, então, devido a eu ter dificuldade no início para procurar bons cursos (pois ninguém quer ensinar ou ajudar alguém, só pensam no seu umbigo e vivem no seu próprio mundo) vendo isso, senti a necessidade de ajudar a TODOS que tinham vontade de querer aprender, com isso, minha evolução foi tão grande, pois aprendi ensinando.

Quais seus planos para 2021?

Ramon: Morar fora do País e espalhar minha arte pelo mundão a fora, meu maior sonho profissional!

Nossa, gente, termino essa matéria com gratidão imensa com tanto aprendizado com esse artista incrível que tem tanto a acrescentar no mundo da tatuagem para seus clientes, para outros artistas, para nossos seguidores com sua humildade e motivação.

A conclusão que tiramos dessa matéria são muitas: não desista de quem você quer ser, escute sua intuição, nunca é tarde para ser quem você gostaria de ter sido, e ainda tem muito caminho pela frente, então força! VAI!

Ramon, obrigada pela entrevista e esperamos que você esteja com a gente mais vezes e esperamos te ver nesse mundão a fora, e não é fútil subir no palco e ser aplaudido de pé pelo trabalho incrível que você faz!

Vocês encontram o Ramon aqui:

Instagram: https://www.instagram.com/ramonstattoo/
Contato: 11 98538-9192

Leu a matéria completa? Comenta no instagram do Ramon contando que agora conhece a história dele! =)

Avatar
Nicole Ognibenihttps://tattoo2me.com
Jornalista apaixonada por novos sabores, tatuagens, viagens e animais. Vem pro meu mundo: @clubedanic / www.tattoo2me.com

Mais desse autor

Mais Recentes

22 artistas que fazem tatuagens pequenas no Brasil

Conheça aqui diversos artistas que fazem tatuagens pequenas e muitas inspirações de tatuagens para você fazer.

O que NÃO fazer durante a cicatrização do seu piercing

7 dicas fundamentais para garantir a cicatrização do seu piercing de forma rápida e sem sustos e problemas.

Tudo sobre remoção de tatuagem

Entrevista com uma profissional especialista em remoção de tatuagem sobre as principais dúvidas sobre o processo.

Publicidade

Mais Populares

O significado da tatuagem de borboleta

Pra você que ama esse animal da nossa fauna e flora, vem ver qual o significado da tatuagem de borboleta carrega em seus desenhos! Você vai se surpreender!

Significado da tatuagem de Lobo

Você sabe dizer qual é o significado da tatuagem de lobo? Esse é um animal muito comum em tatuagens e tem vários significados.

84 inspirações de tatuagens femininas

As tatuagens mais lindas que você vai ver hoje, e tudo isso para te inspirar na sua próxima tattoo.