Piercing no dente: o que você precisa saber antes de colocar

O ornamento está em alta entre os jovens que procuram abrilhantar os seus sorrisos

O ornamento está em alta entre os jovens que procuram abrilhantar os seus sorrisos

A moda do piercing já passou por diversas partes do corpo. Muitas pessoas aderiram ao piercing no nariz, na orelha, na língua e até nas partes íntimas. Mas a nova onda do momento é o piercing no dente. No entanto, ele não é perfurado, mas uma pedrinha colada para sua ornamentação.

Ele pode ser fixado de maneira mais duradoura ou ser usado somente temporariamente. Na colocação, não há dor, já que ele é somente colado no esmalte do dente. Existem variações de formatos e cores para escolher. Alguns deles podem até ser feitos de diamante, ouro e outras pedras preciosas. Assim, depende do orçamento de quem escolhe usar um piercing dental.

Como é feita a aplicação?

O processo de colocação é simples e dura, em média, 10 minutos. É aplicada uma resina na superfície do dente, que deve estar limpo. A pessoa também precisa estar com a saúde bucal em dia e não possuir nenhum tipo de problemas como cárie, tártaro ou gengivite. Ou, caso tenha algum desses empecilhos, fazer o tratamento antes da colocação do piercing.

Cuidados com a higiêne

Antes de aderir a essa tendência, é importante saber os processos e como cuidar dos dentes com a pedrinha. Assim que colocada a peça, deve-se evitar passar a língua, para que o piercing se fixe de maneira adequada ao dente. É necessário manter a higiene dental, escovando os dentes sempre após as refeições. O ideal é usar escovas de cerdas macias. Utilizar o fio dental é recomendado para que não se desenvolva cárie e tártaro no local.

Atenção ao que vai à boca

Deve-se contar sempre com um dentista, tanto para a colocação quanto para a retirada da peça. É importante saber que comer alimentos muito duros pode arrancar o piercing com o atrito. É perigoso também que, em situações como essa, a pessoa acabe engolindo a pedrinha. Para tanto, é preciso ter atenção redobrada e evitar comer alimentos que possam danificar a pedrinha. Alimentos com fiapo como a manga também podem enroscar no piercing.

Ainda deve-se evitar roer a unha ou abrir embalagens com os dentes. O melhor é tentar não encostar no piercing, para que ele não se solte e tenha uma maior durabilidade. Caso isso aconteça, é necessário levar ao dentista para sua recolocação.

Como ele fica na parte da superfície do dente, pode haver danos no esmalte e até dentes lascados. Especialistas em odontologia indicam outros problemas que podem ocorrer em ter um piercing dental. Restos de alimentos podem ficar presos na pedrinha depois de comer, assim como pode haver acúmulo de placa bacteriana. Se a pessoa tiver alergia ao metal do piercing, pode levar à irritação da gengiva e das bochechas.

Crédito da imagem em destaque: Instagram @stilow.oficial