Tatuadores e a Lesão por Esforço Repetitivo: problema é comum entre profissionais da área.

Campanha da Sociedade brasileira de Cirurgia da Mão visa conscientizar os riscos da profissão.

-

Campanha da Sociedade brasileira de Cirurgia da Mão visa conscientizar os riscos da profissão.

Tornar-se um tatuador é o sonho de muitas pessoas, principalmente aquelas que são mais ligadas às artes visuais. Seja para eternizar sonhos de pessoas ou eternizar sua arte na pele de outras pessoas, fato é que tatuar pode ser uma das profissões mais gratificantes do mundo das artes.

Porém, cabe um alerta importante e pouco comentado no mundo dos tatuadores: a importância de cuidar da própria saúde. Sobretudo a saúde ortopédica, sendo tão importante quanto qualquer outra área da saúde humana. 

Uma campanha criada pela Sociedade brasileira de Cirurgia da Mão (SBCM), intitulada “Não deixe a dor te marcar”, traz essa missão de conscientizar os tatuadores a respeito dos riscos que a atividade pode trazer para a saúde.

A LER (Lesão por Esforço Repetitivo), por exemplo, é uma das doenças mais comuns que tatuadores descobrem ao passar em consultórios médicos. Isso tanto por conta da posição das mãos, que precisam estar firmes e em atividade por muitas horas, e também pela posição da coluna vertebral, que tem de se adaptar à área que o cliente pretende tatuar. 

A campanha, que também conta com a parceria do primeiro estúdio de tatuagens em São Paulo, o Tattoo You, em 2019, trouxe dicas importantes compartilhadas nas redes sociais da SBCM e do Tattoo You, com o intuito de conscientizar a respeito dos problemas de saúde ocasionados pela atividade. Ao longo de quatro semanas, a campanha ofereceu conteúdos de conscientização e palestras ministradas por profissionais da SBCM.

Os perigos do esforço repetitivo

Conforme o doutor Marcelo Rosa de Rezende, então presidente da SBCM, “as lesões por esforço repetitivo são muito comuns em pessoas que têm as mãos como principal instrumento de trabalho”, e com o passar do tempo, pode-se também desenvolver tendinite, bursite, dedo em gatilho e tenossinovite. 

Dentre os principais sintomas da LER, estão a dor intensa nos membros superiores e nos dedos, além de dificuldade para movimentar estas partes do corpo. Formigamentos e alteração na sensibilidade também são comuns. 

O ideal é sempre fazer exercícios físicos que foquem nos pontos que são mais sobrecarregados, como braços, coluna, mãos e dedos, para que os músculos se fortaleçam – isso ajuda a evitar que o esforço repetitivo cause mais danos nas articulações. Consultar um ortopedista e profissionais formados no curso de fisioterapia também é essencial para manter a saúde em dia, pois poderá ser medida a gravidade do LER, e o tatuador poderá fazer exercícios focados nas áreas onde sente dor.

Mais desse autor

Mais Recentes

O mundo mágico das tatuagens Disney

Tatuagens Disney: A magia da Disney é uma enorme fonte de inspiração pra novas tattoos!

Dicas para um guest tattoo organizado!

A Pedersoli Organizer dá dicas para que seu guest seja sucesso!

O que é a Pedersoli Organizer e o que ela faz?

Conheça a empresa pioneira no atendimento de tatuadores

Publicidade

Mais Populares

Queloide ou granuloma? Entenda a diferença!

Apareceu uma bolinha no seu piercing? Se sim, a primeira coisa que vem à nossa mente é a tão temida queloide. Mas, na maioria das vezes, o caso se trata de um granuloma.

O significado da tatuagem de borboleta

Pra você que ama esse animal da nossa fauna e flora, vem ver qual o significado da tatuagem de borboleta carrega em seus desenhos! Você vai se surpreender!

84 inspirações de tatuagens femininas

As tatuagens mais lindas que você vai ver hoje, e tudo isso para te inspirar na sua próxima tattoo.