25 mulheres poderosas que mudaram a história! Parte 1.

Confira essa lista inspirada no texto do Blog Hypeness com as 25 mulheres que mudaram o rumo da história mundial!

-

Por aqui fizemos uma pesquisa de grandes mulheres que fizeram história, e queremos mostrar para você! Essa Parte 1 do texto irá mostrar grandes mulheres que se destacaram mundialmente por suas atitudes, personalidades e grupos que tiveram coragem e deixaram legado para nós.

Nos inspiramos na lista produzida pelo Hypeness e por outros blogs que acompanhamos.

Muitas dessas mulheres não viraram tatuagem e não foram pra pele (ainda), esperamos que as fotos abaixo e essas personalidades possa te inspirar e quem sabe ir para sua pele.

“Não poder votar, não poder usar uma saia curta, não poder sair sozinha de casa ou não poder estudar só por ser uma mulher. Se isso parece absurdo para você hoje, saiba que todas essas mudanças ocorreram graças a mulheres corajosas e poderosas, que devotaram boa parte de suas vidas para mudar a história e permitir que você possa fazer tudo isso, hoje, sem um olhar de reprovação — ou pelo menos é assim que deveria ser.-” Redação Hypeness

Somos aqui no Tattoo2me uma equipe de 3 mulheres poderosas e 1 homem. A cada dia que passa aprendemos juntas e lutamos juntas.

“A conquista da mulher pela igualdade nos leva além dos anos 1900 e nos conta histórias chocantes e inspiradoras. Conheça 25 mulheres cujas ações mudaram o rumo do mundo e foram fundamentais para o empoderamento de um sexo que pode ser tudo, menos frágil.” -Redação hypeness

1. Maud Wagner, a primeira tatuadora dos Estados Unidos — 1907

A artista natalievrart fez uma tatuagem com o rosto da Maud Wagner =)

“A história cultural da tatuagem em mulheres é complicada. Na metade do século XX, as que tinham arte no corpo eram vistas como atrações circenses, símbolos de desvio e de rebeldia, e eram colocadas até em exposição. O progresso enorme foi alcançado após os avanços tecnológicos conquistarem o mundo. A ideia tomou uma outra forma quando as pin-ups começaram a se tatuar. Mesmo assim, eram vistas (ainda) como rebeldes, mas também, como mulheres de atitude, dando espaço para a feminilidade e para o feminismo, ao “tomarem conta de seu próprio corpo” — followthecolours.com.br

2. Sarla Thakral, a primeira indiana a conquistar uma licença para pilotar — 1936

“Sarla Thakral foi a primeira mulher indiana a pilotar uma aeronave. Nascida em 1914, ela ganhou uma licença de piloto de aviação em 1936, aos 21 anos de idade, e voou com um solo de Gypsy Moth. Ela tinha uma filha de quatro anos.”

3. Kathrine Switzer, a primeira mulher a correr a Maratona de Boston (mesmo após tentar ser impedida pelos organizadores) — 1967

“Nunca me esquecerei desse dia. Meu pai me olhou nos olhos e disse: ‘Você não quer ser uma cheerleader. Torcedores torcem por outras pessoas. Você quer é que torçam por você. A vida é participar, não assistir”- ativo.com

4. Annette Kellerman, presa por indecência após usar esta roupa de banho em público — 1907

“Annette Marie Sarah Kellerman foi uma nadadora, atriz de vaudeville e cinema, escritora e defensora da natação profissional australiana.”

5. O primeiro time de basquete feminino do Smith College (EUA) — 1902

“A faculdade foi criada em 1871, como parte do legado de Sophia Smith, e abriu suas portas em 1875, com apenas catorze estudantes e seis professores. Ao herdar a fortuna de seu pai, com sessenta e cinco anos de idade, Sophia Smith decidiu que deixar sua herança para fundar uma faculdade para mulheres era a melhor maneira para ela realizar a obrigação moral expressada em seu testamento: “Eu, por meio deste, faço as seguintes provisões para o estabelecimento e a manutenção de uma instituição de ensino superior para jovens mulheres, com o propósito de fornecer meios e instalações para essas terem uma educação igual à que é oferecida hoje a rapazes”. Por volta de 1916, havia 1.724 estudantes matriculadas e 163 docentes“.-Wikipedia.

6. Samurai mulher — últimas décadas de 1800

“A sociedade japonesa até os dias atuais têm uma forte hierarquia patriarcal, a história dos grandes feitos em todo mundo é sempre narrado na perspectiva masculina, por isso, não é muito comum ouvir falar de mulheres samurais.”

https://www.coisasdojapao.com/2017/08/conheca-historia-das-mulheres-samurais/

7. Armênia de 106 anos protegia sua família com uma AK-47–1990

“Senhora armênia de 106 anos sentada em frente a sua casa, com uma AK-47, na vila de Degh, perto da fronteira do Azerbaijão, em 1990. A idosa estava protegendo seu lar em um período em que a Armênia estava disputando o território da região.” http://estacaoarmenia.com.br/10947

8. Mulheres treinando boxe em Los Angeles (EUA) — 1933

9. Sueca atinge manifestante neo-Nazista com sua bolsa. Ela seria sobrevivente de um campo de concentração — 1985

10. Annie Lumpkins, ativista pelo voto feminino nos EUA — 1961

“Annie Lumpkins, ativista dos EUA pelo direito ao voto feminino.
Foi a ativista mais jovem dentre os estudantes (negros e brancos) que integravam o ‘Freedom Riders’ — . ‘Cavaleiros da Liberdade’ — ônibus que circulou o sul dos EUA, desafiando as leis de Jim Crow , colocando seus corpos e suas vidas em risco por justiça racial.” — Ventre Feminista.

11. Marina Ginesta, militante comunista e participante da Guerra Civil Espanhola — 1936

“Marina Ginestà i Coloma foi uma veterana francesa-catalã da Guerra Civil Espanhola e membro da Juventude Socialista Unificada. Ela tornou-se famosa devido à foto tirada por Juan Guzmán no telhado da Plaça de Catalunya 9, 08002 Barcelona durante o levantamento militar de julho de 1936 em Barcelona.” — Wikipedia.

12. Anne Fisher, a primeira mãe a ir para o espaço — 1980

Autor desconhecido.

13. Elspeth Beard, mulher que tentou ser a primeira inglesa a fazer a volta ao mundo de moto — 1980

“Elspeth Beard é arquiteta e motociclista, conhecida por ser a primeira mulher inglesa a andar de moto pelo mundo. Mais tarde, ela redesenhou Munstead Tower em Godalming, ganhando o prêmio do Instituto Real de Arquitetos Britânicos de 1994 para o Sudeste da Inglaterra.” — Wikipedia.

14. Mulheres usam shorts curtos pela primeira vez em Toronto, no Canadá — 1937

15. Winnie the Welder, uma das 2 mil mulheres que trabalharam em navios durante a Segunda Guerra Mundial– 1943

16. Jeanne Manford, que apoiou seu filho gay durante passeatas pelos direitos dos homossexuais — 1972

17. Sabiha Gökçen, turca que se tornou a primeira pilota de caça — 1937

“Sabiha Gökçen foi a primeira mulher piloto de combate o mundo e a primeira aviadora turca feminina, com 23 anos. Foi adotada por Atatürk durante sua viagem a Bursa em 1925 e foi levada para Ancara. Logo após a introdução da Lei do sobrenome, Atatürk deu-lhe o nome de família Gökçen em 19 de dezembro de 1934.” — Wikipedia.

18. Ellen O’Neal, uma das primeiras skatistas profissionais — 1976

19. Gertrude Ederle, a primeira mulher a cruzar o Canal da Mancha a nado — 1926

“Gertrude Caroline Ederle foi nadadora de competição americana, campeã olímpica e ex-recordista mundial em cinco eventos. Em 6 de agosto de 1926, ela se tornou a primeira mulher a nadar pelo Canal da Mancha. Entre outros apelidos, a imprensa às vezes a chamava de “Rainha das Ondas”.” — Wikipédia.

20. Amelia Earhart, a primeira mulher a voar o Oceano Atlântico — 1928

“Amelia Mary Earhart foi pioneira na aviação dos Estados Unidos, autora e defensora dos direitos das mulheres. Earhart foi a primeira mulher a receber a “The Distinguished Flying Cross”, condecoração dada por ter sido a primeira mulher a voar sozinha sobre o Oceano Atlântico.” — Wikipedia.

21. Leola N. King, a primeira guarda de trânsito dos EUA — 1918

22. Erika, húngara de 15 anos que lutou contra a União Soviética — 1956

23. Enfermeiras norte-americanas chegam à Normandia, durante a Segunda Guerra Mundial — 1944

24. Funcionária da Lockheed, fabricante de aviões — 1944

25. Pilotas de caça — 1945


O Tattoo2me já fez listas inspiradas em grandes mulheres, confira abaixo:

100 mulheres brasileiras na tatuagem:

Mais de 100 mulheres na tatuagem que você precisa conhecer!
Uma lista dessas para guardar para sempre, não é?

Conheça a História da pintora Frida Kahlo:

Conhecida mundialmente, Frida inspirou diversos artistas com seus sofrimentos pessoais.
Conheça um pouco da vida da pintora mexicana, Frida Kahlo, que é retratada em diversas tatuagens da atualidade.


Oi! Você ainda está aí? Não nos segue em nossas redes sociais?
Você não sabe o que está perdendo!

Faça a sua busca de estúdio em nosso site, tem transmissão ao vivo no nosso Instagram, tem muita inspiração de tattoo no nosso Facebook e no nosso Pinterest.
Ah, e se curtiu esse texto, clica nas palminhas para que nosso texto chegue à outras pessoas.

Avatar
Nicole Ognibenihttps://tattoo2me.com
Jornalista apaixonada por novos sabores, tatuagens, viagens e animais. Vem pro meu mundo: @clubedanic / www.tattoo2me.com

Mais desse autor

Mais Recentes

Por que fazemos modificações corporais?

As modificações corporais são rituais e podemos perceber essas modificações em diferentes culturas, em diferentes rituais por todo o mundo!

Tatuagem: Um estudo sobre máquinas de tatuar

Instrumento importante pra realizar a sua tão sonhada tatuagem, as máquinas de tatuar exigem que o tatuador estude e se adapte à sua realidade.

Piercing: A importância da escolha da jóia

Tão importante quanto escolhermos o material correto do seu piercing, é importante escolhermos o formato ideal para a sua perfuração e sua anatomia.

Publicidade

Mais Populares

Tatuagem e doação de sangue, tudo que você precisa saber.

Quem tem tatuagem pode doar sangue? Saiba tudo sobre a doação de sangue.

Como cuidar da cicatrização da tatuagem

Confira nossas dicas para garantir sua tatuagem perfeita.

30 tatuagens em homenagem as mães e filhos.

Aquela lista que você não pediu, mas fizemos para falar de amor incondicional: tatuagens em homenagem as mães e filhos!