Ilwol Hongdam: das telas de pintura para a pele

Conheça o estilo incrivelmente delicado e realista desse artista coreano.

-

Ilwol Hongdam é um tatuador da Coréia do Sul, que atualmente trabalha em Seul. Um dos tatuadores mais famosos do país, apesar de tatuagens serem ilegais na Coréia, ele estima que já fez mais de 3 mil tattoos durante o período de 2017 e 2018. Hongdam já tatuou muita gente, mas não tem nenhuma nele mesmo: ele diz que em parte é porquê tem medo da dor e em parte porquê disse a sua mãe que nunca faria nenhuma.

Entrevistamos Hongdam para saber mais sobre seu estilo e sua vida:

Você sempre curtiu artes? Quando você começou a tatuar?

“Eu sou tatuador há 7 anos. Eu sempre tive interesse em artes, cresci fazendo arte. Durante meus anos na escola, as minhas salas de aula eram repletas de trabalhos meus e eu recebia vários elogios por causa deles. Eu me formei depois em arte oriental na universidade e comecei a dar aula de artes para crianças. Depois disso eu me interessei por tatuagens e me apaixonei por elas.”

Como você consegue criar e tatuar designs tão delicados e pequenos? Você tem alguma técnica especial?

“Tudo começou com a curiosidade. Eu sempre me perguntei porque tatuagens contemporâneas consistiam em linhas grossas, e eram associadas a conotações negativas. Eu queria explorar a possibilidade de criar um estilo de tatuagem que seria similar às pinturas que vemos em telas. Eu sentia que era estranho separar tatuagens de artes. Então eu dediquei meu tempo a estudar métodos que trariam o que vemos nas telas para a pele, exatamente como eles são. A arte disso tudo pertence mais a estudar e entender a pele e o equipamento de tatuagem, ao invés de uma técnica em si.”

Como é a cultura de tatuagens na Coréia do Sul?

“Na Coréia do Sul, por lei, apenas médicos certificados podem tatuar. Na minha opinião, isso acontece porque pode levar a incidentes perigosos e isso é socialmente inaceitável. Aqui teria um ambiente melhor se esses banimentos fossem deixados para trás, e tatuadores pudessem ter um meio de trabalho formal com essa profissão. Esses tipos de incidentes podem ocorrer regularmente do jeito que está, já que um negócio ilegal e não há nenhuma regulamentação feita. O estilo de tatuagem que surgiu na Coréia do Sul tem tido um impacto grande na cultura de tatuagens em geral, sendo conhecido ao redor do mundo, e se tornou uma carreira dos sonhos para muitos jovens da Coréia do Sul.”

Você pode recomendar alguns outros artistas da Coréia que você gosta?

“Existem tantos tatuadores talentosos na Coréia, eu não conseguiria escolher apenas um. Jonboy, tatuador em Nova Iorque, uma vez disse que tatuar é como uma cura para as pessoas. Como um tatuador, é importante deixar uma boa arte num corpo, mas também ter a perspectiva certa para criá-la.”

Você teve um choque cultural quando visitou os Estados Unidos e Europa?

“Eu fiquei surpreso em ver como os estúdios estavam expostos nas ruas. Na Coréia, não é legalmente possível ter um estúdio, ou até mesmo colocar uma placa, isso faz com que os estúdios fiquem escondidos. Foi incrível presenciar as pessoas aceitando tatuadores como profissionais e não como criminosos.”

Curtiu as tattoos do Hongdam? Então você precisa acessar a tag do estilo no inkpedia.org!

Qual país você mais gostou de visitar e com certeza voltaria?

“É uma pergunta muito difícil de responder porque todo mundo, de todos os países, me receberam tão bem, e eu agradeço muito por isso. Eu gostaria de conhecer todo mundo de todas as partes do mundo. Entretanto, o mais memorável foi Nova Iorque, porque foi minha primeira vez trabalhando fora do país. Eu nunca vou esquecer como tantas pessoas estavam lá para me receber.”

Qual tema para tatuar é o mais divertido para você?

“Existem tantos temas que eu trabalho, exemplo: natureza, vida, esperança, espaço e objetos abstratos. É mais interessante saber a razão ou significado por trás de uma tatuagem ao invés do tema em si. É uma verdadeira honra ouvir todas essas histórias, e ser capaz de deixar uma marca de arte para elas.”

Qual é o seu estilo favorito de tatuagem sem ser o seu?

“Pelo fato de eu ter me formado em arte oriental na faculdade, eu vejo essa influência na minha arte atual, mas eu também gosto de realismo e irezumi também. Eu gostaria muito de criar um estilo que combinasse todos os elementos desses estilos, mas eu não posso dizer que eu tenho um estilo específico como favorito.”

Você teve a chance de se tatuar com algum artista americano? Se não, existe alguém que você gostaria que te tatuasse?

“Na verdade, eu não tenho nenhuma tatuagem. Não é que eu não queira, mas eu não achei o momento certo. Por enquanto eu estou mais animado em criar boas artes para clientes, e eu também morro de medo da dor. Eu também não achei ainda o tatuador certo que eu gostaria que me tatuasse.”

Qual você acha que é a sua parte favorita do seu trabalho?

“Como eu mencionei antes, é muito interessante e uma honra ouvir todas as histórias pessoais dos meus clientes e fazer arte em seus corpos. Que esses desenhos podem traduzir uma memória inteira. Essa é a verdadeira alegria pra mim. Ver meus clientes encantados com suas tatuagens, me dá confiança para fazer mais ainda.”

Você poderia nos contar algumas coisas legais para se fazer ou lugares para visitar na Coréia do Sul?

“Coréia é um lugar que está sempre na moda, e tudo acontece muito rápido. Existem muitos restaurantes famosos perto da Namsan Tower onde você pode ver os prédios antigos e as cerimônias do palácio. O sol nunca se põe em Seul, e a maioria dos lugares fica aberto 24 horas por dia. Venham visitar o meu estúdio a qualquer hora! :)”

Você encontrará Ilwol Hongdam em seu estúdio ou viajando por aí. Por enquanto não há planos para vir ao Brasil, mas você pode acompanhar o trabalho dele pelo instagram @ilwolhongdam.

Tem algum artista que você quer ver aqui? Manda uma mensagem pra gente lá no inkpedia.org ou uma DM no @inkpediaorg!


SOBRE A AUTORA:

Me chamo Carol e há 7 anos atrás criei o blog inkpedia.org. Nele posto diariamente inspirações, respondo as dúvidas dos seguidores e posto suas tatuagens, além de vários outros conteúdos informativos. Também sou parceira aqui do Tattoo2me, trazendo um pedacinho do meu blog para cá. Espero que tenham gostado da entrevista e os convido para visitar o inkpedia.org e seguir o @inkpediaorg no instagram ????


Oi! Você ainda está aí? Não nos segue em nossas redes sociais?
Você não sabe o que está perdendo!

Se liga no nosso site, em nosso Instagram.
E tem muita inspiração de tattoo no nosso Facebook e no nosso Pinterest.
Ah, e se curtiu esse texto, clica nas palminhas para que nosso texto chegue à outras pessoas.

Avatar
Carol Pinheirohttps://inkpedia.org
UX/UI, gastronomer, pet lover & tattoo enthusiast.

Mais desse autor

Mais Recentes

Além do Instagram: Veja como divulgar seu trabalho

Divulgue o seu trabalho, esteja onde seu cliente está e não se limite apenas ao Instagram. Vem conferir nossas dicas de como ter sucesso com suas vendas!

Bloqueio criativo e agora?

Quase todo mundo já passou por um momento de bloqueio criativo, não é mesmo? Supere o bloqueio criativo com 4 passos simples! Confira tudo agora!

Música e tatuagem: como as artes se conectam?

Como música e tatuagem podem se encontrar? De inúmeras formas. Vem conferir essa matéria que é como música aos nossos ouvidos.

Publicidade

Mais Populares

Tatuagem e doação de sangue, tudo que você precisa saber.

Quem tem tatuagem pode doar sangue? Saiba tudo sobre a doação de sangue.

Como cuidar da cicatrização da tatuagem

Confira nossas dicas para garantir sua tatuagem perfeita.

30 tatuagens em homenagem as mães e filhos.

Aquela lista que você não pediu, mas fizemos para falar de amor incondicional: tatuagens em homenagem as mães e filhos!