Isaac Javah: O Realismo em Preto e Cinza como você nunca viu.

O artista carioca é referência no estilo e é o responsável por tatuagens de grandes jogadores de futebol do Brasil e do Mundo.

-

O Realismo em Preto e Cinza, chamado também de Black and Gray, talvez seja a forma em que a tatuagem mais se aproxima da realidade. Sem pleonasmo: a tatuagem nos lembra uma fotografia de tão real.
E, para contar um pouco sobre esse estilo, técnicas e sua própria história, conversamos com o artista E. Isaac Alves, conhecido como Isaac Javah. O incrível trabalho do artista chama a atenção pelo alto nível, com um trabalho limpo e uma complexidade surpreendente até nos mínimos detalhes. Tatuador há 17 anos e especializado no realismo em preto e cinza, Isaac nos conta que esse estilo de trabalho não era seu foco no início da carreira:” No início, eu me dedicava ao colorido, New School, Old School e Biomecânico, mas me adaptei a situação da pele carioca que, geralmente, é muito bronzeada e percebi que o Black and Grey era o melhor caminho.”

“Eu comecei tatuando em casa, depois abri meu estúdio, o Javah Tattoo Studio, em Vista Alegre, bairro localizado na zona norte do Rio de Janeiro. Durante um tempo concorri em algumas convenções e conquistei 9 prêmios ao todo. Numa dessas convenções, tatuei uma alemã que, voltando ao seu país, mostrou meu trabalho para alguns amigos tatuadores de Hamburgo, no norte da Alemanha, daí veio o convite de tatuar na Europa pela primeira vez.
Desde então, viajo todo ano para tatuar no exterior, principalmente à convite de jogadores de futebol. Mas continuo com o meu estúdio funcionando no Rio de Janeiro, na mesma rua há mais de 10 anos.”

Isaac Javah.

Isaac afirma que um trabalho de alta qualidade, limpo, com muito contraste, alta definição- mesmo nos mínimos detalhes-, criatividade no desenvolvimento dos projetos e de perfeita cicatrização é o diferencial em seu trabalho. O artista define seu trabalho como Realismo Black and Grey de alto nível, Realismo minimalista e com nuances do Trash Polka.

“Depois de uma boa conversa com o cliente, procurando entender qual sua idéia, o que ele gosta e o que de fato é importante para ele, desenvolvo todo o projeto através do photoshop. Essa ferramenta me auxilia a fazer 2 ou 3 projeto em poucos minutos e mostrar como a arte ficará no próprio corpo do cliente. Procuro usar todos os tipos de técnicas para elevar ao máximo a qualidade e perfeição dos detalhes: desde o sombreado rastelado ao movimento de sombreamento canoa.”

O artista nos conta que chegou à esse resultado trabalhando duro, nunca acomodado ou pensando que já sabia de tudo. Ao todo, Isaac já passou por mais de 7 países, além do Brasil, como: Alemanha, Itália, Bélgica, Rússia, Portugal etc. Nessas viagens, fez alguns seminários e aprendeu técnicas com tatuadores renomados internacionalmente.

“Lá fora temos a facilidade de se obter materiais de altíssima qualidade, com um preço justo, peles menos expostas ao sol… isso me mostrou que para ser um bom tatuador de Realismo no Rio de Janeiro, por exemplo, precisa se esforçar o dobro. Hoje, a máquina que uso é a Cheyenne Pen, agulhas Cheyenne, Da Vinci e EZ. Tintas, quando estou no Brasil uso a Viper, quando estou no exterior, uso a Intenze.”

Por falar na gringa, Isaac tem entre seus clientes alguns jogadores famosos…

“O Adriano Imperador fez uma homenagem à sua filha no braço. Pablo Guiñazu, ex jogador do Internacional de Porto Alegre e Vasco da Gama, fez um cover-up com um guerreiro no braço. Allan Marques, jogador do Napoli da Itália, fez uma tattoo religiosa nas costas. Vitinho, que joga atualmente no Flamengo, fez o retrato de sua filha no braço. Felipe, na época goleiro do Flamengo, também tem um trabalho religioso no braço, dentre outros.”

E sobre a tatuagem perfeita, Isaac conta que para ele, é algo pessoal, vem de uma idéia, uma historia, experiência de vida ou um gosto por uma música, filme ou livro, homenagens, algo significativo e importante para cada pessoa.

“O legado é fazer as pessoas felizes e satisfeitas em carregar a minha arte pelo resto da vida em suas peles. Daqui há 10 anos, não sei como será, vivo um dia de cada vez, buscando fazer o meu melhor.”

Para conhecer mais sobre o trabalho do artista, acesse:

Isaac Javah (@isaacjavah) * Instagram photos and videos
16.2k Followers, 951 Following, 526 Posts – See Instagram photos and videos from Isaac Javah (@isaacjavah)www.instagram.com

✖️ JAVAH TATTOO STUDIO ✖️ (@javahtattoo) * Instagram photos and videos
28.5k Followers, 514 Following, 775 Posts – See Instagram photos and videos from ✖️ JAVAH TATTOO STUDIO ✖️…www.instagram.com


Oi! Você ainda está aí?
Compartilha o nosso texto, vai! E não deixa de contar a história da sua tattoo pra gente aqui nos comentários.

E para encontrar o artista ideal para a sua tattoo, acesse o nosso site:
tattoo2me.com e digite sua cidade!

E nossos perfis no Instagram são atualizados de 3 em 3 horas:

Tattoo2us e Tattoo2me

Avatar
Fernanda Moraeshttps://blog.tattoo2me.com
Editora no Tattoo2me Magazine. Mãe do Zion e Jornalista, às vezes. Cultura Periférica, Indústria Cultural e Tatuagem.

Mais desse autor

Mais Recentes

O Puerpério coletivo e a Covid-19

Você sabe o que é o Puerpério? Se sabe, precisa entender a relação entre esse momento e o isolamento social. E se não sabe, precisa saber!

Uma tatuadora na estrada: Do Ceará ao fim do mundo

Vocês já quiseram largar tudo pra conhecer novas culturas e pessoas? A tatuadora Patrícia e o Bruno realizaram o sonho e caíram no mundão!

A história por trás de um desenho por Lays Alencar

A história por trás de um desenho feito pela artista Lays Alencar, de Goiânia.

Publicidade

Mais Populares

Tatuagem e doação de sangue, tudo que você precisa saber.

Quem tem tatuagem pode doar sangue? Saiba tudo sobre a doação de sangue.

Como cuidar da cicatrização da tatuagem

Confira nossas dicas para garantir sua tatuagem perfeita.

30 tatuagens em homenagem as mães e filhos.

Aquela lista que você não pediu, mas fizemos para falar de amor incondicional: tatuagens em homenagem as mães e filhos!