Marketing de conteúdo: Você conhece os benefícios dessa estratégia?

marketing de conteúdo
O marketing de conteúdo é a melhor forma de unir entretenimento, distração, informação educativa que agrega valor ao interlocutor e vendas...

O marketing de conteúdo é a melhor forma de unir entretenimento, distração, informação educativa que agrega valor ao interlocutor e vendas lucrativas, tudo em uma só abordagem. É claro que, para conseguir uma façanha dessas, é preciso aplicar o método da forma certa.

Para grande parte das pessoas, já se tornou praticamente rotina ter uma dúvida a respeito de um assunto qualquer, como espaço de trabalho compartilhado, ir em busca do tema no Google e acabar maratonando uma leitura informativa sobre a questão.

Mas, apesar de muitos usuários já terem percebido a praticidade por trás dessa prática, nem todos os empreendedores descobriram a enorme oportunidade que há de vender muito em todo e qualquer nicho, através do investimento na produção de bons conteúdos.

Seja uma máquina de café empresarial de última geração ou uma assinatura de livros mensal, a melhor forma de escalar as vendas e multiplicar os ganhos é por meio de uma publicidade que agregue valor às pessoas desde o primeiro momento de curiosidade.

Por este motivo, neste artigo, serão abordados os conceitos por trás do marketing inbound e de conteúdo, explicando o seu funcionamento e a quantidade de benefícios que se pode adquirir a partir da sua aplicação.

Ao final, para mostrar que dos panfletos às telas a propaganda sempre é sinônimo de estreitamento entre as relações, será feito também um paralelo entre um modelo e outro.

Em que consiste o marketing de conteúdo?

O marketing de conteúdo é uma tática de propaganda focada em produzir e difundir conteúdo de alto valor para o público-alvo, e deixá-lo à disposição para os momentos que os consumidores mais precisarem.

É por esta razão que, dentre outros fatores, um critério extremamente importante acerca dessa estratégia é que ele consiste em um grande braço de uma técnica maior, que é chamada de inbound marketing, ou marketing de atração, como também é conhecida.

O inbound marketing diz respeito justamente ao conjunto de estratégias publicitárias que se baseiam na ideia de construção e compartilhamento das peças de conteúdo voltadas para um determinado nicho de consumo.

Isso serve justamente para a conquista da permissão de realizar uma comunicação mais direta com o possível cliente de forma direta, proporcionando um relacionamento que pode ser bastante duradouro.

Se dá para fazer conteúdos informativos até mesmo sobre pintura residencial e comercial, quão duradoura não será uma relação de vendas que surgir a partir de uma estratégia desse tipo.

Com o intuito de gerar valor para o cliente, o marketing de conteúdo cumpre aos interesses de busca do usuário e transforma o processo de compra em uma coisa mais natural.

Isso porque leva em conta e com muita profundidade o que o público-alvo se interessa, quer ler, bem como procura entender os seus desafios, necessidades, dores, anseios e preferências.

Ao fazer uso da informação produzida pela empresa, o consumidor pode descobrir desejos ou dificuldades que antes julgava inexistentes. E, sendo assim, se sente mais à vontade ainda para depositar a sua confiança nela.

Com isso em vista, ele naturalmente passa a desejar mais os conteúdos que a companhia oferece e a ver a sua imagem como uma autoridade e referência nos assuntos que se propõe a abordar.

Dessa forma, sempre que necessário, esse consumidor voltará aos seus conteúdos para receber mais esclarecimento e conferir as novidades disponíveis no momento.

Ao sentir na pela a importância de realizar uma nova compra, ele irá optar por essa opção que já está mais próxima do seu raio de ação, bem como da sua memória, graças ao conteúdo consumido. Além do mais, ele já tem a empresa como uma marca de confiança.

Como funciona

A tática de marketing de conteúdo tem como meta principal o levantamento e a documentação de todos os pontos essenciais no momento anterior ao exercício prático de postar as peças e difundir os conteúdos em si mesmos.

Da venda de serviços terceirizados até roupas de início de estação, a abordagem dos conteúdos de valor segue a lógica dos seguintes passos:

  1. Planejar;
  2. Elaborar uma persona;
  3. Criar as peças de conteúdo;
  4. Fazer a sua distribuição;
  5. Mensurar os resultados.

Nesse primeiro momento de planejamento, o plano deve pôr da forma mais clara possível quais são os indivíduos responsáveis pelas atribuições e como eles atingirão os objetivos principais.

No momento seguinte, deverá ser implementada a utilização do conceito de persona, que não se trata de nada mais complicado do que o cliente ideal de uma empresa, isto é, um modelo de pessoa, com todas as particularidades próprias, que seria um cliente perfeito.

Dessa forma, e a partir do momento em que se faz o desenvolvimento da persona, a criação das peças publicitárias passa a fazer bastante sentido, uma vez que se sabe a quem elas devem ser direcionadas.

Ademais, e como não se pode fugir do fato de que cada coisa possui um lugar onde se encaixa melhor, desde a difusão dos serviços de reforma de estofados até à venda de comida na internet, existem também as melhores mídias e as formas certas de produção.

Por isso, os conteúdos podem ser realizados em diversos formatos, desde que sejam relevantes ao público em questão. As opções variam entre blogs, posts, e-books, e-mails, vídeo e muitas outras ferramentas.

Junto com a necessidade de produzir os conteúdos, há também aquela que induz as empresas a promovê-los nos canais em que os clientes ideais se encontram, como as redes sociais favoritas e as listas de e-mails.

Para adquirir certeza de que todas essas práticas estão funcionando, é necessário avaliar os resultados referentes ao tráfego, isto é, as visitas feitas no site, as interações nas mídias sociais, o networking e o próprio ranqueamento nos resultados do Google.

Quais as vantagens da sua utilização?

Não se pode falar de produção de conteúdo digital nos tempos de hoje sem falar a respeito da imensidão de vantagens que esta prática está produzindo nas vendas.

Das campanhas de brindes personalizados para festas aos pacotes de produtos em atacado, das entregas de fast food por aplicativo às lojas de suplementos alimentares. Todo mundo está recorrendo aos conteúdos.

De forma que não se trata mais de falar apenas de vantagens, mas de salientar a importância de uma prática que se tornou praticamente uma obrigação a todo e qualquer empreendedor que deseja ser levado em consideração dentro da internet.

Assim, aqueles que aderirem ao marketing de conteúdo hoje poderão, em muito pouco tempo, desfrutar de benefícios como:

  • Aumento da produção de conteúdo;
  • Aumento da permanência no site;
  • Aumento na taxa de conversão;
  • Evolução nas posições dos resultados de busca;
  • Otimização das propagandas;
  • Melhora na percepção acerca da marca;
  • Nutrição do relacionamento com os clientes;
  • Crescimento do envolvimento com a marca;
  • Possibilidade de cobrar mais caro.

É através do planejamento das mudanças feitas hoje na empresa que um projeto adequado de produção de conteúdo pode ser feito e levado adiante, visando um local de destaque no mercado do futuro próximo.

Sua relação com o inbound marketing

Nem mesmo um produto como agenda empresarial personalizada pode ser citado como exemplo de um item que, antes de ser comprado, não tenha sido pesquisado muitas vezes pelos consumidores na internet.

Dessa forma, a produção das peças informativas não é mais uma opção, mas se tornou quase uma obrigação para as empresas.

Tendo isso em vista, é necessário pontuar que, mesmo com o marketing de conteúdo sendo um dos braços do inbound marketing, é possível dizer que eles não dependem, de forma necessária, um do outro.

Ainda que a empresa não invista no modelo inbound, o marketing de conteúdo continua tendo o potencial de ser o combustível do relacionamento da companhia com o seu público.

Entretanto, quando desenvolvido em conjunto com uma tática de inbound bem formulada, o marketing de conteúdo pode contribuir para a progressão do lead em uma jornada de compra efetiva.

Considerações finais

Não existe outra maneira melhor para construir um fluxo de desejo humano do zero do que apostar em conteúdos que estimulem a sua curiosidade, bem como o interesse profundo no assunto, de maneira irresistível, apelando principalmente às suas maiores necessidades.

Seja a partir do gatilho da dor ou da ganância, a publicidade precisa contemplar um pedaço mais fluído e tranquilo, para os consumidores respirarem e sentirem que estão ganhando sem pagar.

Por esta razão, o marketing de conteúdo não só pode como deve obrigatoriamente ser explorado pelas organizações, principalmente pelas empresas que estão iniciando agora no mercado e desejam, através da conquista da simpatia, transformar clientes em fãs. Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.