A profissão de tatuador no Brasil

O que você sabe sobre a profissão de tatuador no Brasil? Já parou para pensar em como esse mercado funciona? Vamos conversar!

-

A profissão de tatuador vem crescendo bastante no mercado. A ocupação que antigamente era vista com maus olhos, ofício de quem “não queria nada com a vida”, vem ganhando cada vez mais respeito, influência e sendo conhecida como arte e profissão.

Hoje, até as vovós fazem tattoos e o preconceito está ficando para trás. Se você observar seu meio social tenho certeza que pelo menos 50% das pessoas já tem tattos, e que salvo as pessoas muito tatuadas, as tatuagens já são vistas como algo comum, não são mais empecilhos para trabalho ou posição social e também não são mais marginalizadas como em um passado nem tão distante.

Toda essa aceitação da tatuagem não aconteceu de forma tão natural, ela se deve ao fato de que, ao longo dos anos, diversos tatuadores e tatuados colocaram a cara tapa e lutaram para que a profissão e os adeptos não fossem mais mal vistos, e por regularização e supervisão sanitária depois da aparição de algumas doenças e motivados pelo desejo de sair da “ ilegalidade”.

Hoje, os estúdios de tatuagem vêm crescendo em grande quantidade nas cidades, e já é comum vermos estúdios em shoppings, ruas movimentadas, salas comerciais e etc, além de propagandas na internet e mídias sócias, além, também, dos eventos como convenções, concursos também estarem sendo vistos com mais frequência e a cada dia com mais adeptos e simpatizantes.
Porem o cenário atual dos estúdios de tatuagem, tatuadores e tatuados esta longe de ser o ideal, não é mesmo?

A legislação cobra padrões de funcionamento dos estúdios, você sabia?
São padrões, como: documentação, espaço físico, prática de Biossegurança, descarte do lixo de forma correta e etc, porém a fiscalização de “estúdios” é ineficaz, o que faz com que os estúdios que seguem tudo à risca acabem sendo lesados.
A prática da profissão também não tem nenhuma legislação e exigência e com isso vemos a cada dia o mercado ser inundado por tatuadores amadores, com seus kits de qualidade duvidosa e cobrando R$50,00 em uma tattoo. E o mais preocupante: não seguindo as recomendações básicas de saúde, nem a legislação vigente, todo esse cenário dificulta a evolução da profissão e prostitui a tatuagem, fazendo com que os adeptos busquem em sua maioria mais preço do que arte e segurança.
Essa procura em massa pela profissão de tatuador se dá pela facilidade em ingressar no mercado, pela falta de fiscalização e regulamentação e pelos ganhos acima da média. Mas, o que nem todos sabem é que entrar é fácil, difícil é permanecer no mercado e ser conhecido e reconhecido!


CONTINUE NO BLOG…

Cuidado pós tattoo: um guia completo!
Tatuador Iniciante: os problemas em cada região

Mais desse autor

Mais Recentes

Rafa Ferrari: um tatuador na quarentena italiana

Tatuador brasileiro Rafa Ferrari, especialista em tribal e ornamental, conta sobre sua vivência no período de LockDown na Itália, onde mora há 2 anos.

Máscara de proteção: Como tirar e colocar corretamente

Todos sabem onde colocar a máscara de proteção, mas o maior problema está na hora de colocar e tirar esse item! Você sabe como fazer?

Instagram é a rede que mais causa depressão?

O que o Instagram tem a ver com depressão? Veja a resposta para essa pergunta e a solução nessa reportagem sobre nossa rede social queridinha: O Instagram!

Publicidade

Mais Populares

Tatuagem e doação de sangue, tudo que você precisa saber.

Quem tem tatuagem pode doar sangue? Saiba tudo sobre a doação de sangue.

Como cuidar da cicatrização da tatuagem

Confira nossas dicas para garantir sua tatuagem perfeita.

30 tatuagens em homenagem as mães e filhos.

Aquela lista que você não pediu, mas fizemos para falar de amor incondicional: tatuagens em homenagem as mães e filhos!